sexta-feira, 19 de março de 2010

Definitivamente, inteligência é afrodisíaco!!!



Eu tinha uma certa ideia de que inteligência era afrodisíaco, mas não achava que era tanto!!!

Hoje, saí da aula mais cedo, e fui no Opção (Barzinho do amigo simpático, que coloca o meu CD preferido do Lulu Santos), comer a batatinha com cervejinha de toda quinta, com o meu amuleto da sorte, Gabriel. Papo vai, papo vem... (Eu nunca vi tanta variedade de assuntos!)

A faculdade fica bem melhor as quintas, chegamos a essa conclusão... rs

Pessoal vai saindo, vai parando na nossa mesa... E nós, simpáticos como sempre, resolvemos ir embora.

Desço com ele, pra ver se o meu tio ainda estava na faculdade... mas nem sinal dele. Aproveito a companhia da Fernanda e vou andando mesmo... afinal, eu precisava queimar as calorias do lanche! rs

Quando estava chegando pertinho de casa, a Fernanda já tinha entrado na rua dela, um menino que estava no Bar do Sr Aurélio (Que nem existe mais!), me chama... Mas como era um “psiu”, eu faço a linha diva, e continuo andando... Do nada surge um buraco gigaaaante, eu tropeço e quase vou no chão... Imagine a cena, eu pequenina do jeito que sou, tropeçando, em plena rua deserta, com alguém fazendo “psiu”... Ai Deuso!!!

Me recomponho, e continuo andando até que alguém me segura pelo braço... Tomei um susto, claro...

Qdo reparei quem estava fazendo “psiu”, quase cai dura... rs

Um moreno, 1,80 e blau, todo gostoso, 20 e poucos, com uma carinha de bebê (me lembrei da Mariana, minha Best 4ever! Rs) ... Tava com uma roupa caipira, mas essa parte a gente pula... Afinal de contas, isso todo é mutável!!!

Pensei cmgo: como assim um gato desse faz “psiu” e eu finjo que não escutei?! Agradeci a Deus por ter colocado aquele buraco maldito na minha frente, pois se não fosse ele, eu teria ido embora... rs

Afinal de contas, ganhei meu dia! (Coitada...)

Fato é que o carinha se apresentou:

- Oi gata, tudo bom?

- Oie! Tudo bom... – Eu respondi, com aquela cara sem graça, de quem acabou de pagar o maior micão, mas ao mesmo tempo eu me perguntei: gata?! Ele disse gata?! (Eu não suporto homens que chamam as mulheres de gata... Uóh!)

- Celso José! Qual seu nome, gatinha? Pensei, gato desse jeito, como a mãe dele me manda uma dessas!

Eu nem escutei a parte do gatinha... Seria triste demais, depois de ouvir um nome desses!!! Eu fico só com Celso, ou José, Zé... Afinal, isso tb é mutável!!!

Falei meu nome pra ele, e o cara me vira e diz que meu nome não era de gatinha, e sim, de rainha! Hahahaahah... que cafona!!!

Eu sei que o carinha começou a mandar aquele papo mole, querendo saber onde eu morava, o que eu fazia, se tinha namorado... E do nada, virou pra mim: - Opa, vai poder cuidar de mim direitinho! (Isso doeu como uma facada!) O cara falava tão errado, um tal de “seje” pra cá, “pra mim fazer” pra lá... Comecei a me despedir, sendo simpática, com aquele sorriso amarelo... E ele insistia com o assunto...

O cara me vai, e tira um cigarro de palha do bolso, e acende na minha frente...

Quem me conhece, sabe q eu ODEIO cigarro, de palha então! Eu nunca havia passado por isso...

Nesse momento, o pânico foi tomando conta da minha mente, e eu estava querendo sair correndo dali... Não parava de agradecer por ser uma rua tranqüila, que ninguém iria me ver com aquele jumento do lado!

Até que me vem a Marisa, uma menina que mora aqui do lado, e eu aproveitei... era a minha chance!!! Agarrei nela, dei dois beijinhos, ele forçou o terceiro, e ainda disse “tchau princesa!”... Nãããããããooooooooo, gata, gatinha, rainha, princesa... cigarro de palha!!!

Eu estou traumatizada!!! Ele pode ser bonitinho, mas nem com amendoim, ovo de codorna, guaraná, catuaba, cachaça, e muito menos o comprimido azul, num mix, me faria sentir atraída por um homem daqueles...

Tah amarrado!!!!

1 comentários:

♥ Evelin Pinheiro ♥ on 22 de março de 2010 02:26 disse...

Definitivamente, inteligencia é afrodisíaco!
2 votos!!

*-*

Postar um comentário

Definitivamente, inteligência é afrodisíaco!!!


Eu tinha uma certa ideia de que inteligência era afrodisíaco, mas não achava que era tanto!!!

Hoje, saí da aula mais cedo, e fui no Opção (Barzinho do amigo simpático, que coloca o meu CD preferido do Lulu Santos), comer a batatinha com cervejinha de toda quinta, com o meu amuleto da sorte, Gabriel. Papo vai, papo vem... (Eu nunca vi tanta variedade de assuntos!)

A faculdade fica bem melhor as quintas, chegamos a essa conclusão... rs

Pessoal vai saindo, vai parando na nossa mesa... E nós, simpáticos como sempre, resolvemos ir embora.

Desço com ele, pra ver se o meu tio ainda estava na faculdade... mas nem sinal dele. Aproveito a companhia da Fernanda e vou andando mesmo... afinal, eu precisava queimar as calorias do lanche! rs

Quando estava chegando pertinho de casa, a Fernanda já tinha entrado na rua dela, um menino que estava no Bar do Sr Aurélio (Que nem existe mais!), me chama... Mas como era um “psiu”, eu faço a linha diva, e continuo andando... Do nada surge um buraco gigaaaante, eu tropeço e quase vou no chão... Imagine a cena, eu pequenina do jeito que sou, tropeçando, em plena rua deserta, com alguém fazendo “psiu”... Ai Deuso!!!

Me recomponho, e continuo andando até que alguém me segura pelo braço... Tomei um susto, claro...

Qdo reparei quem estava fazendo “psiu”, quase cai dura... rs

Um moreno, 1,80 e blau, todo gostoso, 20 e poucos, com uma carinha de bebê (me lembrei da Mariana, minha Best 4ever! Rs) ... Tava com uma roupa caipira, mas essa parte a gente pula... Afinal de contas, isso todo é mutável!!!

Pensei cmgo: como assim um gato desse faz “psiu” e eu finjo que não escutei?! Agradeci a Deus por ter colocado aquele buraco maldito na minha frente, pois se não fosse ele, eu teria ido embora... rs

Afinal de contas, ganhei meu dia! (Coitada...)

Fato é que o carinha se apresentou:

- Oi gata, tudo bom?

- Oie! Tudo bom... – Eu respondi, com aquela cara sem graça, de quem acabou de pagar o maior micão, mas ao mesmo tempo eu me perguntei: gata?! Ele disse gata?! (Eu não suporto homens que chamam as mulheres de gata... Uóh!)

- Celso José! Qual seu nome, gatinha? Pensei, gato desse jeito, como a mãe dele me manda uma dessas!

Eu nem escutei a parte do gatinha... Seria triste demais, depois de ouvir um nome desses!!! Eu fico só com Celso, ou José, Zé... Afinal, isso tb é mutável!!!

Falei meu nome pra ele, e o cara me vira e diz que meu nome não era de gatinha, e sim, de rainha! Hahahaahah... que cafona!!!

Eu sei que o carinha começou a mandar aquele papo mole, querendo saber onde eu morava, o que eu fazia, se tinha namorado... E do nada, virou pra mim: - Opa, vai poder cuidar de mim direitinho! (Isso doeu como uma facada!) O cara falava tão errado, um tal de “seje” pra cá, “pra mim fazer” pra lá... Comecei a me despedir, sendo simpática, com aquele sorriso amarelo... E ele insistia com o assunto...

O cara me vai, e tira um cigarro de palha do bolso, e acende na minha frente...

Quem me conhece, sabe q eu ODEIO cigarro, de palha então! Eu nunca havia passado por isso...

Nesse momento, o pânico foi tomando conta da minha mente, e eu estava querendo sair correndo dali... Não parava de agradecer por ser uma rua tranqüila, que ninguém iria me ver com aquele jumento do lado!

Até que me vem a Marisa, uma menina que mora aqui do lado, e eu aproveitei... era a minha chance!!! Agarrei nela, dei dois beijinhos, ele forçou o terceiro, e ainda disse “tchau princesa!”... Nãããããããooooooooo, gata, gatinha, rainha, princesa... cigarro de palha!!!

Eu estou traumatizada!!! Ele pode ser bonitinho, mas nem com amendoim, ovo de codorna, guaraná, catuaba, cachaça, e muito menos o comprimido azul, num mix, me faria sentir atraída por um homem daqueles...

Tah amarrado!!!!

1 comentários:



♥ Evelin Pinheiro ♥ disse...

Definitivamente, inteligencia é afrodisíaco!
2 votos!!

*-*

Postar um comentário

 

Copyright © 2008 Designed by SimplyWP | Made free by Scrapbooking Software | Bloggerized by Ipiet Notez | Distributed by Deluxe Templates