sábado, 8 de maio de 2010

Pena - O Teatro Mágico


O palhaço pena quando cai o pano
E o pano cai
A porcentagem e o verso
rifa, tarifa e refrão
Talento provado em papel moeda
Poesia metamorfoseada em cifrão
O palhaço pena quando cai o pano
E o pano cai
Meu museu em obras, obras em leilão
Atalhos, retalhos, sobras
A matemática da arte em papel de pão
E quando o nó cegar
Deixa desatar em nós
Solta a prosa presa
A luz acesa
Já se abre um sol em mim maior
EU SINTO QUE SEI QUE SOU UM TANTO BEM MAIORRRR!

1 comentários:

MiNhOw on 22 de maio de 2011 20:35 disse...

palhaço homem com cara pintada de piadas "

Postar um comentário

Pena - O Teatro Mágico

O palhaço pena quando cai o pano
E o pano cai
A porcentagem e o verso
rifa, tarifa e refrão
Talento provado em papel moeda
Poesia metamorfoseada em cifrão
O palhaço pena quando cai o pano
E o pano cai
Meu museu em obras, obras em leilão
Atalhos, retalhos, sobras
A matemática da arte em papel de pão
E quando o nó cegar
Deixa desatar em nós
Solta a prosa presa
A luz acesa
Já se abre um sol em mim maior
EU SINTO QUE SEI QUE SOU UM TANTO BEM MAIORRRR!

1 comentários:



MiNhOw disse...

palhaço homem com cara pintada de piadas "

Postar um comentário

 

Copyright © 2008 Designed by SimplyWP | Made free by Scrapbooking Software | Bloggerized by Ipiet Notez | Distributed by Deluxe Templates